ABERTURA DO URBANO III.

 

Publicado em: 27/05/2022 10:51 | Fonte/Agência: Secretaria de Saúde

Whatsapp

 

ABERTURA DO URBANO III.

Como forma de garantir a coordenação do cuidado, ampliando o acesso e resolutividade das equipes que atuam na Atenção Básica, recomenda-se:

- População adscrita por equipe de Atenção Básica (EAB) e de Saúde da Família (ESF) de 2.000 a 3.500 pessoas, localizada dentro do seu território, garantindo os princípios e diretrizes da Atenção Básica.

Além dessa faixa populacional, podem existir outros arranjos de adscrição, conforme vulnerabilidades, riscos e dinâmica comunitária... (conforme necessidade local e discutida com gestores, profissionais e conselho de saúde de acordo com as especificidades do território, assegurando-se a qualidade do cuidado).

É a estratégia prioritária de atenção à saúde e visa à reorganização da Atenção Básica no país, de acordo com os preceitos do SUS.

Estratégia saúde da família- ESF, considerada como estratégia de expansão, qualificação e consolidação da Atenção Básica, por favorecer uma reorientação do processo de trabalho com maior potencial de ampliar a resolutividade e impactar na situação de saúde das pessoas e coletividades, além de propiciar uma importante relação custo-efetividade.

Composta no mínimo :

1 médico,

1 Enfermeiro

1 auxiliar e/ou técnico de enfermagem

Agente comunitário de saúde (ACS).

O número de ACS por equipe deverá ser definido de acordo com base populacional, critérios demográficos, epidemiológicos e socioeconômicos, de acordo com definição local com número máximo de 750 pessoas por ACS.

Podem fazer parte da equipe também:

Os profissionais de saúde bucal:

cirurgião-dentista, auxiliar ou técnico em saúde bucal.

Dessa forma optou-se por abrir a ESF Urbano III, para garantir um acesso mais igualitário aos munícipes ficando essa equipe responsável pelo atendimento.

#500diasdegestãopmi #prefeituramunicipaldeipiranga